Um Blog é uma janela escancarada...

Aberta a janela da alma, descrevi muito mais que simples sentimentos, convido a todos para viajar neste meu vício, versar sobre tempo,solidão, amor, injustiças, coerências e incoerências de tantas vidas, tantos sonhos e por vezes desilusão...

Renata Rimet

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Diálogo Poético

A poesia vem e vai, no tempo, no vento, no beijo, no papo inconsequente ou até mesmo no dialogo franco de poeta para poeta...esse surgiu numa madrugada, ao som de MPB (existe inspiração melhor?) quem sabe...




Meu Poeta,


não tente hipnotizar-me
Dispense métodos artificiais
Seja simplesmente você
Assim cativou meu coração
Atrelou inconsequencia minha
à consciência de tão doce menino
Sob a luz da lua sinto que amo
Ao amanhecer questiono
Mas ainda sonho,
espero a luz da noite
que clareia pensamentos
traz segredos contidos
e desejo quase explicito...


                             Sua Poeta






a pergunta que não quer calar...de onde vem a poesia...rsrsrs
 
 
Renata Rimet
 
imagem:http://4.bp.blogspot.com/_-XW_XoLJTII/Sl0Piz2JblI/AAAAAAAAAEs/FGetNZIO4w8/s400/31183.png

3 comentários:

  1. É a inspiração do ar poético, transformando o dia a dia em poesia...
    Valdeck

    ResponderExcluir
  2. Querida Renata,
    A poesia vem do espírito, do corpo.
    Vem do grito, do embaraço,
    das ameças que a sociedade sofre.
    A poesia vem da tristeza, da alegria,
    vem do diálogo, da nostalgia.
    A poesia vem da observação do dia a dia.
    Da exclamação e da interrogação.
    A poesia é criação.
    Beijos,
    Regina Lyra

    ResponderExcluir
  3. Rimet
    Existem perguntas que são paradoxais, quanto mais se responde, mais dúvidas atraem. Preciso entender mais. A poesia vem também de transes hipnoticos na transitação entre o real e o ideal. São o lúdico, o onírico e o factual
    Grande Abraço

    ResponderExcluir